Outros Sermões Oséias

GÔMER - A ESPOSA INFIEL
Oséias 1:2

"... Disse, pois, o SENHOR a Oséias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição..."

No livro de Provérbios, capítulo 31, Deus nos apresenta os atributos que devem ter a esposa ideal. Lá, encontramos o tipo de mulher que todo marido gostaria de ter - virtuosa, sábia, trabalhadora, dócil ... fiel a ele e, principalmente, fiel ao Senhor. Esta é a mulher que eu e você gostaríamos de ser.

No livro de Oséias, encontramos um outro tipo de mulher que nenhum marido gostaria de ter - prostituta, mundana, zombeteira ... infiel a ele e também infiel ao Senhor. Esta é a mulher que nem eu e nem você gostaríamos de ser. O seu nome é Gômer, a mulher que o Senhor mandou que o profeta Oséias se casasse.
Ele era o homem que dirigia a nação com as profecias do Senhor.

Tudo começou quando o Senhor disse a ele: "... Vai, toma uma mulher de prostituições ..." (Oséias 1:2).
A Bíblia, claramente, nos mostra qual foi a reação de Oséias a esta tão difícil ordem de Deus. Em Oséias 1:3 a Bíblia nos diz que ele "Foi, pois, e tomou a Gômer, filha de Diblaim ...". Em momento nenhum vemos Oséias dizendo: "Mas Senhor, uma prostituta? Por quê, logo eu? Por que, Senhor?" Esta, certamente, seria a minha ou a sua reação. Casar com uma prostituta? E as doenças? E as traições? E o exemplo para os filhos? E ...? E ...? E ...?

Amadas, quando fazemos o que o Senhor nos manda fazer, temos 100% de chance de acertarmos. Mesmo que tenhamos que sofrer, mesmo que não entendamos o porquê daquilo que o Senhor nos manda fazer, uma coisa é certa: O Senhor está nos usando para realizar o Seu perfeito plano.
Se observarmos a Bíblia podemos encontrar pessoas que obedeceram ao Senhor apesar das tarefas serem muito difíceis. Dentre tantas podemos citar:

ISAÍAS - A ele o Senhor mandou que andasse nu.
"Nesse mesmo tempo falou o SENHOR por intermédio de Isaías, filho de Amós, dizendo: Vai, solta o cilício de teus lombos, e descalça os sapatos dos teus pés. E ele assim o fez, indo nu e descalço. Então disse o Senhor; Assim como o meu servo Isaías andou três anos nu e descalço, por sinal e prodígio sobre o Egito e sobre a Etiópia" (Isaías 20:2-3).
Você teria coragem de obedecer a esta ordem do Senhor? Ou você não daria ouvidos a ela? Nós vivemos fugindo, nos escondendo (como se isso fosse possível) do Senhor por coisas bem menores. Onde está a nossa fidelidade? Onde está a nossa obediência? Onde está a nossa vontade de agradar ao Senhor?

JOÃO O BATISTA - Ele andava vestido com pêlos de camelo e comia gafanhotos e mel silvestre.
"E João andava vestido de pêlos de camelo, e com um cinto de couro em redor de seus lombos, e comia gafanhotos e mel silvestre" (Marcos 1:6).

OSÉIAS - A ele o Senhor mandou que se casasse com um prostituta.
"... Vai toma uma mulher de prostituições ... " (Oséias 1:2).

Ah irmã, como gostaria de ter a profundidade do amor que estes profetas tinham pelo Senhor! Como gostaria de ser obediente ao meu Deus como eles foram sem nem mesmo perguntarem o porquê! Como gostaria de ser como foi Débora que não temia a guerra porque sabia que o Senhor estava com ela. Ela repousava nos braços do Senhor e lançava para bem longe os seus medos e temores. Eu quero ser assim ... forte, corajosa e uma serva fiel ao meu Deus.

E você, amada irmã, como gostaria de ser? Fujona como foi Jonas? Ou obediente como foram Isaías, João o Batista e Oséias?

Quando o Senhor nos manda fazer algo, Ele ...
1- não nos força a fazer aquilo que Ele sabe que somos incapazes de fazer;
2- nos capacita e nos dá força e coragem (A coragem e força nunca chegam de véspera. Ela só aparece, muitas vezes, na hora da necessidade.).

Oséias foi obediente ao Senhor e casou-se com Gômer. Ele não apenas casou-se mas chegou a amá-la de todo o seu coração.
Ela o traía com vários homens mas, mesmo assim, ele a amava.
Ela zombava do seu amor, da sua ternura mas, mesmo assim, ele a amava.
Ele tinha a alma perturbada por causa das traições dela mas mesmo assim ele a amava
Ele obedeceu ao Senhor e procurou amar aquela que Ele (o Senhor) escolheu para ele (Oséias).

Sabemos que amar é uma decisão e, então, ele decidiu amá-la e ser obediente ao Senhor.
Quando vejo esta atitude de Oséias, lembro de que algumas de nós, muitas vezes, queremos nos separar daquele que prometemos diante do Senhor amar até que a morte nos separasse.
Se você já não ama mais seu marido, faça um esforço e decida voltar a amá-lo, pois é isto que o Senhor quer de mim e de você. Devemos amar aquele que o Senhor colocou no nosso caminho e que nós decidimos aceitar. Do jeito que Oséias agiu com Gõmer, amando-a, assim devo eu e você amarmos nosso marido.
Apesar de Gômer ser uma prostituta, ele decidiu amá-la, pois ela foi a esposa que o Senhor lhe deu. Esta decisão, irmã, é uma decisão de obediência e de amor ao Senhor.

A vida de Oséias e de Gômer simbolizava o amor de Deus (o amor de Oséias) por Israel (por Gômer) que O traía amando a outros deuses (amando outros homens).
A vida dos dois simboliza Deus que era o esposo fiel e Israel que se afastou dEle para adorar outros ídolos.

Dois versículos do livro de Oséias me chamaram a atenção:
O primeiro encontra-se em Oséias 11:6, onde vemos um atributo que é próprio do nosso Deus - um juiz reto e justo. Por causa da infidelidade de Israel Ele diz: "E cairá a espada sobre as suas cidades, e consumirá os seus ramos, e os devorará." Um pai castiga seu filho a fim de ensiná-lo a andar nos caminhos certos. O Senhor castiga porque nos ama e porque quer que andemos nos Seus caminhos e que O amemos. Era exatamente isto que Ele estava fazendo com Israel, Seu povo.
O segundo encontra-se em Oséias 11:8, onde podemos ver um outro atributo do nosso Deus - um Deus que ama e que perdoa. O amor e o perdão de Deus são derramados sempre sobre nossas vidas e sobre a vida do Seu povo. Neste versículo sentimos o quanto o Senhor é terno e amoroso. Ele disse: "Está comovido em Mim o Meu coração, as Minhas compaixões à uma se acende."

Como o nosso Deus é terno, amoroso e justo!
Nós nunca podemos nem devemos duvidar do Seu amor, pois Ele é um Deus fiel. Ele nos ama e por isso nos castiga quando é preciso e nos perdoa porque "Ele se comove nEle mesmo e Seu coração e compaixão à uma se acende".

Gômer e Oséias tiveram três filhos: Jezreel (Deus dispersa), Lo-Ruama (Desfavorecido) e Lo-Ami (Não-Meu-Povo), mas ele não tinha certeza se estes dois últimos eram seus filhos. Mas apesar de tantas traições da sua mulher, ele sempre a recebia de volta e isto porque a amava. O Senhor, então, transformou Lo-Ruama em Ruama (Amado) e Lo-Ami em Ami (Meu Povo).
Veja, amada irmã, como são belas as palavras de Oséias quando ele diz à sua esposa: "E desposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdia. E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás ao Senhor. Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e Ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra" (Oséias 2:19-20; 6:3).

Quando lemos a história de Gômer, percebemos como, de um certo modo, nos parecemos com ela. Quantas e quantas vezes nos afastamos do Senhor, mesmo sabendo que estamos quebrando a nossa comunhão com o Seu Espírito?
Todos os dias faço muitas coisas que não agradam a Ele ...
1- Não leio e não considero a Palavra Santa do Senhor importante para a minha vida.
Era assim que Gõmer agia. Ela não considerava o seu esposo o homem mais importante da sua vida.

2- Não oro por não achar importante orar. Esta minha atitude entristece ao Senhor e o meu desinteresse em abrir o meu coração para ele, certamente, não O agrada.
O meu agir se compara á traição de Gõmer. O Senhor me ama eom um amor sem medida e eu me afasto deste amor sem perceber o quanto O estou entristecendo.

3-Não tenho vontade de assistir aos cultos!
Não tenho vontade de participar da ceia do Senhor!
Não tenho tempo!
Estou muito ocupada!

Ah irmã, quando estamos agindo assim, estamos sendo infiéis ao nosso Deus e somos parecidas com Gômer
Afastemo-nos de andar conforme o mundo que zomba da Palavra de Deus, que não sabe o que é orar a cada refeição, que não sabe o que é repousar nos braços do Senhor, que não tem tempo para o Deus que o criou. Revistamo-nos da Palavra do Senhor e que possamos dizer com toda a sinceridade do nosso coração: "Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti" (Salmo 119:11).

Sei que, apesar de muitas de nós sermos como Gômer, o Senhor permanece fiel, nos ama, está sempre de braços abertos para nos perdoar. Ele só quer que nos arrependamos, voltemos para Ele e ... chuvas de bênçãos Ele derramará sobre nossas vidas

As Escrituras provam que, apesar da nossa indiferença e traição, o Senhor nos ama.
Jeremias 24:7 nos diz: "E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, porque Eu sou o Senhor; e ser-me-ão por povo, e Eu lhes serei por Deus; porque se converterão a Mim de todo o seu coração."

Oséias 6:3 ainda nos diz: "Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva é certa; e Ele a nós virá como a chuva, coma a chuva serôdia que rega a terra."

Ah minha irmã, nós só temos que agradecer a Deus pela Sua misericórdia e por Ele ter nos amado mesmo antes de nós O amarmos.
Que Ele nos conscientize que amá-Lo primeiro é mais importante do que colocarmos nosso marido, nossos filhos, ou os prazeres do mundo em primeiro lugar.
Que Ele nos transforme em uma mulher que deseja ardentemente conhecê-Lo cada vez mais.

"Ó Senhor, que o melhor da minha vida eu possa dedicar a Ti.
Que o meu amor e o meu tempo sejam dedicados a Ti sem nenhuma restrição, enquanto eu espero o Teu tão glorioso retorno.
Tira os meus olhos de tudo que o mundo me oferece e volta-os somente para Ti.
Que meus lábios possam sempre dizer: "... na terra não há quem eu deseje além de Ti."
No precioso nome de Jesus,
Amém!



Valdenira Nunes de Menezes Silva