Meus Sermões

ENCHE TEU VASO DE AZEITE E VEM
1Samuel 16.1

 

“Então, disse o Senhor a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite e vem: enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei”.

Introdução 
Este é um dos capítulos mais interessantes da Bíblia: a história do rei Davi começa nele.
Também é interessante porque Samuel tinha retornado para sua terra (Ramá, ver: 15.34), com a resolução de fundar uma escola de profetas (ver 19.20) e por lá ficar sem envolver-se com nada mais que fosse público.

Mas Deus tinha uma incumbência para Samuel: envia-lo à Belém para ungir a Davi como rei de Israel.

Até então Saul era o rei, que o próprio povo havia estabelecido – mas agora Deus dizia (ver final do v.1): “...tenho me provido de um rei”.

Mais tarde o evangelista Lucas registraria o que Deus dissera de Davi: um “homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade” (At 13.22).

Portanto, Samuel partiu para Belém, com a incumbência de ungir a Davi (consagrá-lo rei).
Antes, Samuel deveria encher o seu vaso de azeite - o óleo seria derramado sobre Davi.

Quando foi derramado, diz v.13: “Então, Samuel tomou o vaso do azeite e ungiu-o no meio dos seus irmãos; e, desde aquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apoderou de Davi...”.

Entenda isso: o azeite foi derramado sobre Davi e o Espírito do Senhor se apoderou dele – isto era uma figura daquilo que Jesus haveria de fazer mais tarde.

No livro de Atos, que conta a História da Igreja, Atos 2:17, Lucas registrou uma promessa que Jesus fizera: “E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei [Jesus usou esta palavra] do meu Espírito sobre toda a carne... até sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e profetizarão”.

Quando Jesus subiu à glória e mandou o Espírito Santo definitivamente em Pentecostes, Pedro explicou para a multidão: “Jesus foi levado para sentar-se ao lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia prometido. E Jesus derramou (Lucas usou a mesma palavra) sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e ouvindo agora...” (At 2.33). 

Em outra passagem do livro de Atos, Lucas tornou a escrever: “...também sobre os gentios foi derramado o dom do Espírito Santo”.

O propósito de Deus é que todos os crentes sejam cheios do seu Espírito!

Então, este é um capítulo interessante porque nos fala do derramar do Espírito Santo sobre toda a carne (de modo profético);

Interessante também, porque nele vemos Samuel, marcando um período de transição na história de Israel: foi à Belém, com seu vaso cheio de azeite, ungir a Davi como rei.

Deus também está nos chamando para deixar uma marca em nossa geração!

Para isto ocorrer, vamos seguir a orientação de Deus para Samuel:

Primeiro, ENCHE O TEU VASO DE AZEITE
Está aí na metade do v.1: “Enche o teu vaso” – outra versão diz “encha um chifre com azeite”.
O que importa, na verdade, é este “encher” do vaso: O sentido desta palavra é de “um enchimento completo”.

Quando Saul foi ungido rei, ele foi ungido com um frasco de óleo, escasso e frágil (NVI 1Sm 10.1: “jarro”). Mas o que Deus tem preparado é abundante: é para encher um vaso totalmente!

Deus não perguntou o tamanho do vaso... porque também não importa!

Você pode ser um pequeno membro da igreja (um pequeno membro do corpo de Cristo), alguém que dizima, oferta e fica no anonimato... ou pode ser um líder de pequeno grupo, um músico, um ministro... seja qual for seu tamanho e formato: VOCÊ É UM VASO a ser cheio!

O que Deus não quer é que vivamos uma vida espiritual medíocre – por isso: enche o teu vaso de azeite!

Segundo, enche o TEU VASO
Isto fala de uma experiência individual.
A bênção do enchimento do Espírito Santo é para todos, mas cuide de encher o seu vaso.

Na primeira igreja da História, um dos membros foi Felipe, um judeu apelidado de "evangelista"; Filipe ajudava na distribuição de dinheiro às viúvas de Jerusalém (At 6.5). Porém, era cheio do Espírito.

Amós já era daquele tipo de pessoa humilde, de pouca cultura. Ganhava a vida como boiadeiro, mas Deus fez dele um profeta!

Deus está tratando com você.
Você pode ser muito mais em Deus!

Terceiro, enche o teu vaso DE AZEITE
Azeite no VT é símbolo do Espírito, que veio em definitivo no NT.

Os sacerdotes e reis do passado eram ungidos com azeite para consagrá-los ao serviço de Deus.

Semelhantemente, no NT, é o que se passa quando os crentes são ungidos pelo Espírito Santo: são consagrados, capacitados com poder para o serviço de Deus.
O nome “Yoshua Hamashia”, que fala de Jesus como o Messias, significa “ungido”. O nome “Cristo” significa “ungido”.

Tudo quanto Jesus fez era pela unção do Espírito Santo. Jesus mesmo declarou: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor” (Lc 4.18,19).

Ele é um exemplo perfeito para nós: Cada crente deve encher seu vaso de azeite, isto é, deve ser completamente cheio do Espírito Santo.

Ser cheio do Espírito é um mandamento de Deus.

Ef 5.18: “Enchei-vos do Espírito”; uma outra versão: “sempre estejam sendo cheios do Espírito”.

Não é opção; mas um mandamento de Deus.

Para completar a orientação, Deus disse à Samuel: VEM E ENVIAR-TE-EI 
Encher o vaso de azeite tem um propósito – a unção tem um propósito.

Deus quer usar você, como servo(a) – Deus usou Samuel para marcar a geração da sua época!
É impossível uma pessoa ser cheia do Espírito e ficar escondida.

Em Atos 2, quando mais de 120 pessoas que se reuniam em oração, foram cheias do Espírito Santo, e ganharam as ruas de Jerusalém, a Bíblia diz que “ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa”. O texto de At 2.12 diz: “Atônitos e perplexos, todos perguntavam uns aos outros: Que significa isto?”.

Mais adiante (v.16,17) Pedro respondeu: “...isto é o que foi dito pelo profeta Joel: “E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne...”.

Você não passará desapercebido se for cheio do Espírito Santo: o próprio Deus tem interesse em enviá-lo.

Atente bem ao que Deus disse a Samuel: “Enche o teu vaso de azeite e vem; enviar-te-ei...”. VEM e ENVIAR-TE-EI.

Samuel só foi enviado depois de ter enchido o seu vaso de azeite.

Sabe: Os discípulos também só foram enviados depois de serem cheios do Espírito: Primeiro Jesus lhes disse: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês [e aí] serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra” (At 1.8).

A igreja não foi chamada para ficar na retaguarda mas para ir.

Conclusão 
Enche teu vaso de azeite e vem – Deus quer enviá-lo para ser bênção! 

Pr. Walter Pacheco da Silveira - 15/01/2003