Meus Sermões

O RAPAZ QUE SE VESTIU COM UM LENÇOL

Marcos 14.51-52

 

“E um jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe as mãos,

mas ele, largando o lençol, fugiu nu”. RC

“Um jovem, enrolado num lençol, seguia Jesus. Alguns tentaram prendê-lo, mas ele largou o lençol e fugiu nu”. NTLH

 

Introdução

Na Bíblia, são quatro os evangelhos… esta história resumida é encontrada somente no evangelho de Marcos, parece ser sem importância… parece.

E talvez você nunca parou para prestar atenção nesse texto, mas, o fato é que essa pequena história oferece lições alegóricas significativas, para a nossa vida cristã.

 

Então, nesta noite eu quero falar sobre isso: o rapaz que se vestiu com um lençol. (2)

 

Parece até cena de comédia, não é? Teria sido, se não fosse cena real, um caso verídico.

 

Mas, o que será que houve para aquele rapaz estar peladinho?

“Ah! Em Jerusalém é muito quente... oh! Mas devia tá tão quente, fazendo um calor daqueles... que, coitado do coitado, com o ventilador, que devia estar queimado, ele tirou a roupa e acabou adormecendo nu”.

 

Não, isso é imaginação nossa!

 

Como é também uma suposição, dizer que teria sido o próprio Marcos, um dos discípulos de Jesus, em cuja casa Judas Iscariotes foi primeiro, na tentativa de entregar Jesus para ser preso. Aí, acordado depressa, sem tempo de se vestir, se enrolou no lençol e saiu. Bem...

 

Se você prestar atenção, vai ver que a cidade de Jerusalém estava vivendo a noite mais dramática da sua história.(3)

É que Judas estava liderando um grupo de religiosos fanáticos e soldados romanos, cruéis e impiedosos, que estavam à caminho para prender Jesus.

 

Então, ali, se criou um cenário de tumulto, confusão, violência e medo. Alguns discípulos de Jesus, até corriam de um lado para o outro... outros reagiam, outros fugiam...

 

Já era noite isso... muitas pessoas vendo a movimentação, apenas ficavam de longe, olhando a cena ou, dando no pé...

 

Mas é aqui, nesse quadro de agonia e desespero, que ocorre esse fato curioso, inusitado: o de um jovem que não se conteve.

Do jeito que estava, enrolado em um lençol, ele pulou da sua cama e se infiltrou no meio da multidão que estava levando Jesus preso.

 

O rapaz não se deu conta de que lençol não é roupa... ele não se apercebeu que estava indevidamente vestido e que poderia ser surpreendido e exposto ao vexame.

 

Que cena perfeita para ilustrar aquele tipo de gente, aquele tipo de pessoa, que se diz cristã, sem realmente estar comprometida com o Cristianismo.

 

Que cena perfeita, meus irmãos, para ilustrar aquele tipo que se diz evangélico, mas que não tem nada de evangelho na vida!

 

Esse jovem vestido com um lençol é um símbolo daqueles que seguem a multidão, mas sem saber direito o que está fazendo e o que está acontecendo.

Esse jovem vestido com um lençol, bem representa aqueles que são seguidores ocasionais de Cristo; tem uma multidão aglomerada ali, um movimento... então, eles estão lá, para ver o que está acontecendo.

 

Esse jovem vestido com um lençol bem representa aqueles que estão somente de plantão... estão seguindo a Jesus, mas sem medir as conseqüências.

 

Ora, aquele jovem estava vestido inconvenientemente e despreparado para enfrentar as dificuldades próprias de quem segue a Jesus.

O quê? ...dificuldades próprias de quem segue a Jesus? ...então, se eu seguir a Jesus, se eu me tornar um crente, se eu for batizado e participar da igreja, eu vou ter dificuldades?

 

Ué, não te contaram não? ...ser um crente em Jesus, um seguidor dos ensinamentos de Jesus, implica em luta, em combate – e dos bons, porque o apóstolo Paulo falou no final de sua vida: “Combati o bom combate”.

 

Amado, se Cristo teve uma coroa de espinho e uma cruz pra carregar, você acha que vai viver o Cristianismo numa boa, de perna pra cima e papo pro ar?

 

Tem um evangelho de facilidades sendo pregado por aí – um evangelho de só vitória... um evangelho fácil de ser praticado... um evangelho sem cruz.

 

Por isso, amados, é que quero refletir nesse texto... ele nos dá algumas lições:

 

Em primeiro lugar, a lição de que: (4)

1- Preciso Firmar Um Compromisso Pessoal Com Cristo [pode ler comigo?]

O rapaz coberto com um lençol é um símbolo dos que seguem a Cristo sem compromisso.

Ele estava no meio do povo que seguia a Jesus... mas, era ele um seguidor de Jesus? ...era ele um discípulo de Jesus? ...era hábito dele, estar na companhia de Jesus?

 

Não era... aquele jovem se tornou discípulo de Jesus por casualidade... um discípulo casual.

 

Aconteceu um movimento em frente à janela dele, então ele saiu para ver o que estava acontecendo.

 

Fez como muitos estão fazendo ainda hoje...

Perceberam que há um movimento no mundo – o movimento de Cristo, e se envolveram no movimento, entraram para a igreja porque a música é bonita, porque a oração é poderosa, porque a pregação é interessante... ou porque lá também participa o Fulano, o Sicrano... mas não se tornaram seguidores de Jesus de verdade... não firmaram um compromisso pessoal com Cristo.

 

Quantos estão numa célula da igreja, ou no meio da multidão da igreja, mas sem qualquer compromisso com o Cabeça da igreja, que é Cristo...

 

Você acha que isso vale? Você acha que na hora do arrebatamento, estar numa reunião da igreja, fará com que você seja livrado do inferno e levado para o céu? ...só porque está no meio dos crentes, no meio dos que seguem a Cristo?

 

Ah! Quero que veja esse vídeo que tem apenas 1 minuto de duração...

 

Se você estudar a Bíblia, vai aprender nela que para não ficar separado de Deus, que para não ser deixado de fora do seu reino, no dia quando Cristo voltar, volta essa que será rápida como o relâmpago que risca o céu do nascente até o poente, então, para não ficar de fora, você precisa ter um compromisso pessoal com Cristo.

É o que faltava naquele moço: uma aliança com Jesus, um compromisso firme com Jesus.

 

Ele era um discípulo? ...estava ali no meio dos que seguiam a Jesus? ...sim, estava, mas por casualidade... ele se tornou um discípulo de improviso, que resolveu seguir Jesus movido apenas pela curiosidade da hora.

 

Em momento algum ele reconheceu que Cristo é o Filho de Deus, enviado para ser nosso Salvador e nosso Senhor.

 

Em momento algum, aquele moço sentiu a miséria do seu pecado e a necessidade que tinha de comprometer-se com Cristo para a sua salvação. Ele apenas quis ver de perto... apenas quis conhecer o movimento.

 

Mas, Cristo é o Filho de Deus(5), não é um astro, não é um galã de cinema nem mesmo um cidadão famoso para ser conhecido e admirado...

Cristo é o Filho de Deus para ser seguido, para ser obedecido, para ser amado, porque, conforme pregou João Batista, Ele é o enviado de Deus que tira o pecado do mundo, Ele é o nosso Salvador.

 

Está escrito em Atos 4.12:(6) “A salvação só pode ser conseguida por meio dele. Pois não há no mundo inteiro nenhum outro que Deus tenha dado aos seres humanos, por meio do qual possamos ser salvos.”

 

Ouça, se você gosta das coisas de Deus, se você gosta, mas ainda não firmou um compromisso com Cristo, pra valer, isso significa que você somente segue a Cristo casualmente ou que ainda está andando de braços dados com o pecado, em realidade, você ainda não é crente, ainda não se tornou cristão e a gravidade disso é que será deixado fora do reino de Deus.

 

Para participar do reino de Deus, não basta gostar de Cristo, não é suficiente gostar... é preciso que firmemos um compromisso pessoal com Cristo. Você está disposto?

 

Em segundo lugar, este texto traz a lição de que:

2- Preciso Abandonar Meu Modo Superficial de Vida(6) [leia comigo]

O rapaz que se vestiu com um lençol é um símbolo daqueles que vivem superficialmente.

Entendemos pelo v.52, que o lençol era a única cobertura que aquele jovem possuía. Era, portanto, um arranjo, uma proteção superficial. Não havia mais nada além daquilo que era aparente.

 

Tanto que, lemos nesse verso, quando os PMs puseram a mão no rapaz, para prendê-lo, ele largou mão do lençol, então, hummm... aí, meu, “pernas para que te quero?!”

 

Não havia mais nada para tapar, para cobrir, para proteger a parte íntima do moço.

Por que? ...porque ele estava coberto superficialmente.

 

Muitas pessoas hoje, estão assim:

Protegidas da vergonha? só por uma casca...

Comprometidas com Deus? ...só por uma camada muito fina de compromisso...

Obedientes a Deus? ...só pro gasto, vivendo uma vida de santidade rasa, superficial, medíocre.

 

Quantas pessoas, conhecidas como cristãs, membros da igreja de Cristo, mas que têm apenas um lençol por cobertura?

 

Um jovem, enrolado num lençol, seguia Jesus... no v.51 está escrito isto: que Jesus era seguido por um jovem, coberto unicamente por um lençol.

Você acha isso certo? Acha isso prudente?

 

É verdade que uma pessoa pode chegar à Cristo da forma como estiver: sentada ou em pé, deitada, andando, ou correndo, vestida ou nua, saudável ou doente...

 

Eu creio que quando uma pessoa, mesmo na imundície do seu pecado, se puder e resolve procurar a Cristo, mesmo com o bafo do pecado, mesmo com o fedor do pecado, se essa pessoa, resolve procurar por Cristo, eu creio, da forma como estiver, Ele a recebe...

 

Mas, seguir a Cristo da forma que se quiser, não dá não!

 

O problema com aquele moço era a sua superficialidade.

Quantos hoje estão aí seguindo a Cristo só até certo ponto? ...depois, quando se fala de ingressar numa célula, de receber preparo para o batismo, de ser um adorador ativo nas celebrações da igreja ou de receber treinamento para liderança, param de caminhar.

 

Por que param?

 

Porque não são sérios, mas superficiais na sua decisão por Cristo... estão tendo apenas um lençol servindo de cobertura, apenas um verniz, apenas uma casca...

 

Não tem havido a essência, que é a entrega de si mesmo, a renuncia de si mesmo, a morte para si mesmo...

 

Não, não dá para seguir Jesus do jeito que se quiser seguir, vestido com um lençol...

É preciso que abandonemos o nosso modo superficial de vida... Cristo requer renúncia de nós mesmos.

 

É profundidade na decisão de amá-Lo e obedecê-Lo, e não superficialidade.

 

Aliás, aquele que seguir a Jesus coberto por um lençol, terá a sua vergonha exposta, e nada mais restará fazer, senão fugir desnudo. Já pensou?

 

Se você está na decisão de seguir Jesus, abandone a superficialidade... e se aprofunde no estudo da Palavra de Deus, mergulhe na adoração, invista no seu crescimento espiritual.

 

Cristo quer a essência!

 

Em terceiro lugar, este texto traz a lição de que:

3- Preciso Romper Com Os Meus Interesses Egoístas(7) [vamos ler juntos]

O rapaz coberto com um lençol era adepto da filosofia do “levar vantagem em tudo”. Muito querida por nós, a filosofia do “dar um jeitinho”.

Aquele jovem preferiu o que dá certo em lugar do que é certo. Não era certo sair embrulhado num lençol... mas naquele momento deu certo.

 

Era noite e ele pensou: “vou passar despercebido pelo povo”. Aquele lençol enrolado no corpo, à noite, quem iria dizer que não era uma roupa decente? Sabe de como era o figurino da época, né? ...as roupas eram compridas e esvoaçantes.

 

A escuridão favorecia esse tipo de idéia. Ele pensou: “ninguém vai ficar sabendo que é um lençol, então, eu vou lá!”

 

Foi o famoso jeitinho.

Muitos ainda hoje agem desta mesma forma. Estão mais interessados em que algo dê certo pra eles do que eles em ter aquilo que é certo.

Me lembro de haver atendido um casal que procurava bênção para o casamento. O casal era querido na congregação, mas não participa da igreja. E quando fui procurado, me disseram: “Pastor, queremos que nosso casamento funcione, por favor nos abençoe, celebrando nossa cerimônia.” Eles queriam aquilo que dá certo, mas feita a cerimônia, nunca mais o casal foi visto. Eles não queriam aquilo que é certo...

 

O que me aborrece muito nas cruzadas, nas campanhas de oração, é ver o povo se acotovelando para ter os seus interesses atendidos... pessoas que são capazes de qualquer sacrifício para ter a bênção de Deus, mas depois da bênção alcançada (porque Deus é muito misericordioso), já não permanecem no propósito de buscar a presença de Deus.

 

Quantos estão buscando os seus interesses egoístas, quantos estão buscando por vantagens pessoais... buscando conveniências...

 

Ah! Se queremos tomar parte no Reino de Deus, é preciso romper com esses interesses egoístas.

 

Aquele que segue a Cristo, tem a maior vontade, não por satisfazer os seus próprios interesses, mas por cumprir os interesses de Cristo e do próximo.

 

E a quarta lição deste texto é que, se vou ser um seguidor de Cristo, então:

4- Preciso Estar Preparado(8)

O rapaz que se cobriu com um lençol é um símbolo daqueles que andam vulneráveis.

Esse moço se viu indefeso ao ser atacado. Ele foi identificado como seguidor de Jesus e foram prendê-lo, aí, ao precisar usar suas mãos, o lençol caiu e ele ficou nu.

 

Eram suas mãos que faziam com que o lençol aderisse ao corpo. Então, ao liberar as mãos, o lençol caiu. Deixando o rapaz vulnerável, exposto, desprotegido, ficou nu!

 

Ele perdeu o lençol, a única coisa que lhe protegia... ficou nu e fugiu nu.

Ninguém pode se sentir seguro, preparado para uma hora de crise (porque seguir a Cristo implica em luta, implica em guerra – ninguém te contou, não?)... mas não há como se sentir seguro enrolado num lençol... você fica em “maus lençóis”, se confiar num lençol.

 

Mas há muitas pessoas que estão seguindo a Cristo, que estão no caminho de Deus, foram batizadas, se tornaram membros da igreja, e que estão completamente despreparadas para a luta.

 

São crentes que não sabem orar... são crentes que não conseguem manusear a Bíblia... quando se é um novo crente, isto é compreensível... mas depois de 1 ano, 1 ano e meio, 2 anos, 5 anos, 10 anos...

 

Todos deviam estar bem seguros, bem protegidos... mas, quando o inimigo ataca, quantos estão vulneráveis e até saem de carreira!

Crentes que, se sofrem ataque na área sexual, são acertados em cheio... crentes que se sofrem ataque no casamento, são acertados em cheio... se sofrem ataque financeiro, são acertados em cheio... se sofrem ataque na vida profissional, ali são acertados em cheio.

 

Porque ocorre isso? ...porque tais crentes estão trajando apenas um lençol.

 

Não é prudente se vestir com um lençol!

Amado filho de Deus, você precisa estar vestido com toda a armadura de Deus. Estude Efésios 6 para se inteirar do assunto.

 

Então, na hora da crise, então na hora quando o inimigo ataca, porque você está revestido por uma armadura, mal algum te alcançará, ou como disse o profeta Isaías: “Toda arma forjada contra ti não prosperará” (Is 54.17).

 

Mas se você andar despreparado, enquanto segue a Cristo... enquanto estiver seguindo a Cristo sem estudar a Bíblia, sem fazer oração, sem ter comunhão com outras pessoas do Caminho, você estará trajando apenas um lençol... e poderá ficar exposto à desonra e à vergonha.

 

Portanto, se você segue a Jesus, ou se está resolvendo isto, saiba que é preciso estar preparado – aquele que segue a Cristo, se errar nisso, vai passar vergonha.

 

Conclusão

Você precisa ser um discípulo de verdade, um seguidor de Cristo verdadeiro... um cristão autêntico, pronto a viver e morrer com Cristo e por Cristo, sem precisar fugir envergonhado.

Para isso, firme um compromisso pessoal com Cristo;

Abandone todo modo superficial de vida;

Rompa com os seus interesses egoístas;

E esteja sempre bem preparado.

 

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 17.5.2008